Manifestos espirituais

O Brasil passa por um período de turbulência como há muito não se via. Para uns os manifestos são resultado da incompetência dos governantes, da corrupção generalizada, da alta carga tributária que arrecada em cascata até sobre os salários, dos rumos da economia gerida pelo Estado patrão e ladrão, enfim, uma série de situações ruins geradas pelos engenheiros sociais para moldar a nação segundo o modelo global-socialista. Para os donos do poder, as manifestações refletem o pensamento da direita, inexistente no Brasil, a fim de desestabilizar o país gerando uma ditadura, quando é exatamente o contrário. Na verdade, os que assim pensam estão se aproveitando da situação para acusar os outros do que eles mesmos fazem, como ensinava Lênin: “Acuse-os do que você faz, xingue-os do que você é”. Assim age Satanás quando acusa os homens: primeiro ele sugere o pecado; o homem aceita e o pratica; em seguida Satanás o acusa de ser pecador e trata de se isentar de qualquer atividade, dizendo ‘Não fui eu, foi ele; eu só sugeri’.  Fato é que todo movimento revolucionário tem um componente espiritual e tem a ver com o povo de Deus, judeus e cristãos.

Todas as vezes em que o povo de Deus se desviava das regras morais estabelecidas, algo de ruim acontecia. Deus não quer o mal mas permite que o homem faça suas próprias escolhas:

Os céus e a terra tomo hoje por testemunhas contra vós, de que te tenho proposto a vida e a morte, a bênção e a maldição; escolhe pois a vida, para que vivas, tu e a tua descendência[i].

Como sabemos, o homem não tem feito boas escolhas.

Desde o retorno dos judeus a Israel, a linha profética dos tempos finais se evidencia. Por conta dos movimentos comunistas tivemos duas guerras mundiais, mas Deus usou-as para devolver Israel à terra que pertence a Ele[ii]. O que hoje vemos é a continuação do movimento de antítese que trará o anticristo, o Iníquo[iii].

Hoje, o que acontece no Brasil, tem tudo para se espalhar pois a faísca acendeu o estopim, conforme o Senhor tem alertado aos seus profetas (baixe aqui o texto com o que o Senhor tem falado). Mas, afinal, o quê o Senhor está dizendo e em que época profética estamos? Vamos analisar brevemente as duas questões; o mais você mesmo poderá avaliar lendo o que o Senhor fala.

Em que época estamos vivendo?

Vejamos o que diz a Escritura sobre profecias e profetas:

O meu povo foi destruído, porque lhe faltou o conhecimento; porque tu rejeitaste o conhecimento, também eu te rejeitarei, para que não sejas sacerdote diante de mim; e, visto que te esqueceste da lei do teu Deus, também eu me esquecerei de teus filhos[iv].

Não havendo profecia, o povo perece; porém o que guarda a lei, esse é bem-aventurado[v].

E temos, mui firme, a palavra dos profetas, à qual bem fazeis em estar atentos, como a uma luz que alumia em lugar escuro, até que o dia amanheça, e a estrela da alva apareça em vossos corações.  Sabendo primeiramente isto: que nenhuma profecia da Escritura é de particular interpretação.  Porque a profecia nunca foi produzida por vontade de homem algum, mas os homens santos de Deus falaram inspirados pelo Espírito Santo.[vi]

E eu lancei-me a seus pés para o adorar; mas ele disse-me: Olha não faças tal; sou teu conservo, e de teus irmãos, que têm o testemunho de Jesus. Adora a Deus; porque o testemunho de Jesus é o espírito de profecia[vii].

Estamos na contagem regressiva para o retorno do Senhor em glória. Isso nos coloca no período pós retorno de Israel à terra do Senhor, profetizado por Jeremias[viii], cap.23 versos 7 e 8 especificamente: o julgamento da Casa de Deus[ix].

Nenhuma profecia tem particular interpretação, assim, toda palavra profética dos nossos dias tem, obrigatoriamente, uma referência nas Escrituras reveladas ao longo dos tempos. Não há nova doutrina nem novidades teológicas: tudo que é já foi e tudo o que virá também já foi pois ocorreu na eternidade, e Deus fará que se manifeste ao longo do tempo aqui na terra. Por quê há julgamento sobre a Casa de Deus? O motivo é sempre o mesmo: apostasia, desvio, o povo dando as costas para Deus devido a falsos ensinos. Quais são os falsos ensinos? Todos os que entraram na Igreja diretamente por ação maligna e, indiretamente, os que vieram da influência socialista sobre as doutrinas cristãs (veja a antítese). A origem maligna, entretanto, é a mesma. A principal influência, na ala católica, é a Teologia da Libertação seguida por suas filhas protestantes, a Igreja Emergente e a Igreja de Missão Integral. Tais doutrinas conduzem o povo a participar da forma do mundo, seja pela prática do paganismo da Nova Era[x] seja pela moldagem da mente conforme o mundo[xi], defendendo os valores e as causas do mundo[xii]. Eis aí o princípio da apostasia: uma igreja que associa o comunismo com as doutrinas da palavra de Deus (progressismo e socialismo são outros nomes para a mesma ideologia satânica). O que dará forma à apostasia final virá ainda em breve, e fará com que muitos creiam na mais escancarada mentira pensando tratar-se da mais genuína verdade. A forma como isto se dá é o que o Senhor diz no texto de Oséias: por falta de conhecimento, mas também de genuínos profetas. O ataque sistemático à fé cristã autêntica, ao ensino formal sólido e à família, que deve ensinar o indivíduo a ser alguém com honra e dignidade, leva as pessoas à ignorância da própria realidade, e sem esse conhecimento não há a menor possibilidade de crescimento individual, muito menos de capacidade de ação diante do que nos afronta desde o espírito (veja aqui o significado de conhecer). Mas não é só. Na rabeira da ignorância estrategicamente deliberada seguem os falsos doutores, que ensinam o que têm no coração corrupto[xiii] para proveito próprio. Usam o nome do Senhor para enriquecer[xiv] fraudulentamente à custa da lã das ovelhas. Quem de nós gosta de ver o próprio nome usado como motivo de engano? Deus, pelo menos, não gosta, por isso também vêm os juizos.

Na verdade, estamos nos dias que precedem o sétimo anjo[xv], quando João ouve a voz do sete trovões. Importante dizer que o anjo ainda não tocou sua trombeta, mas está se preparando para tocá-la. Por causa dos falsos mestres e da aceitação de falsas doutrinas pela Casa de Deus as pessoas começam a rejeitar qualquer coisa que se assemelhe à fé cristã autêntica, como também a nutrir sentimento de raiva para com os verdadeiros cristãos, pois não conseguem discernir entre o falso e o verdadeiro, resultando em perseguição geral pura e simples. Há mais de 20 anos o Senhor vem alertando seu povo contra as falsas doutrinas que desviam os neófitos e até muitos adultos e inseguros na fé para fins anticristãos. Poucos percebem porque a sutileza do engano é profunda o suficiente para encobrir a verdade sem jamais destruí-la. A verdadeira Igreja não será destruída porque nem as portas do inferno prevalecerão contra ela[xvi], mas não significa que está isenta de perseguições[xvii]. No entanto, como diz o Senhor, os que Nele confiam não serão confundidos e prevalecerão contra toda perseguição, e serão fortes e levarão sua palavra aos confins do mundo. Os verdadeiros profetas, em menor número, são também perseguidos. Os perseguidores, e aí incluo alguns cristãos, os acusam de fundamentalistas retrógrados, termo completamente vazio de sentido para o genuíno profeta atalaia que não deixa de anunciar o que o Senhor está dizendo.

E o quê o Senhor está dizendo?

De modo geral, o Senhor está avisando que começou a julgar seu próprio povo para que aprenda a ouvi-Lo e obedecê-Lo, e sirva de lição aos que estão de fora. Mas muitos ímpios também estão na mira dos juízos. As manifestações que hoje vemos no Brasil e no mundo são o cumprimento das profecias e farão divisão entre os que são realmente do Senhor e os que apenas se chamam pelo seu nome, como também mostrará aos ímpios quem é que manda realmente. Diz o Senhor que aquele que tem, mais lhe será dado e terá em abundância,mas aquele que pensa que tem, até o que tem lhe será tomado[xviii]. Observe que o Senhor faz o aviso junto com as profecias sobre o final dos tempos, portanto, pode-se ver a ligação que há entre os juízos sobre a Casa de Deus e o que está acontecendo agora mesmo.

Os protestos pelo país indicam que as mudanças estão começando a tomar forma, mas não serão boas como alguns pensam. Caminhamos para um sistema totalitário que promoverá perseguições e distúrbios até que pese a mão do Senhor e, através dos meios que Ele dispuser, venham mudanças. Só depois de limpo o celeiro é que começarão os dias nos quais o povo de Deus levará o Evangelho verdadeiro ao mundo; depois virá o fim. Podemos pensar que o evangelho já foi pregado no mundo todo, mas com a destruição do conhecimento de Deus as pessoas perderam a noção da verdade. Mas o Senhor dará a última chance antes que venha o grande engano, conforme está escrito:

E por isso Deus lhes enviará a operação do erro, para que creiam a mentira; para que sejam julgados todos os que não creram a verdade, antes tiveram prazer na iniqüidade[xix].

A operação do erro precede o surgimento do Iníquo e da Grande Tribulação, pois será através do engano que ele será considerado o messias que traz paz ao mundo. Tal engano já está se delineando no horizonte através dos meios de comunicação, cujas publicações servem apenas para mudar comportamentos. Ainda pretendo escrever mais sobre os próximos movimentos do anticristo e de sua agenda para os nossos dias, inclusive sobre o aparecimento de OVNIs e as abduções. Já estão começando a se tornar evidentes e a maioria dos cristãos pouco sabe a respeito. Apenas para alertar, qualquer pessoa que esteja sendo alvo de abduções ou qualquer outra forma de submissão a ‘aliens’ pode usar a autoridade do nome de Jesus ordenando que cessem as atividades. Os supostos aliens obedecem imediatamente.

Para o momento, deixo o alerta: as manifestações trarão mudanças, mas não me parecem boas porque a maioria dos que protestam não sabem ao certo contra o quê protestam, embora uns poucos esquerdistas saibam muito bem aproveitar a confusão para virar o barco ainda mais. Buscam um país mais à esquerda, ou seja, mais comunista, mais estatizante, mais totalitário, mais criador de impostos, mais destruidor da família, mais perseguidor de judeus e cristãos e de suas cultura e fé. As manifestações sem rumo definido servem de motivo mais do que suficiente para mais um discurso hipócrita, cuja falsidade se revela ao longo do tempo, embora não haja mais tempo. Para estes, qualquer coisa serve, principalmente o caos. É o caminho que se me apresenta diante dos fatos e das palavras proféticas. Se você não conhece a Cristo, já é hora de conhecê-Lo invocando Seu nome. Se você é cristão de fato, ore e busque ao Senhor para conhecê-Lo mais e mais, para ser um com Ele, a fim de obter sabedoria e graça para a ocasião que se aproxima. Se falta alguma liderança aos cristãos diante dos acontecimentos é porque o corpo está andando sem a Cabeça. Nunca se deixe levar pelo engano dos que dizem que o Evangelho apóia o socialismo. Nunca apoiou, ao contrário o abomina, pois vem do adversário das nossas almas, Satanás.


[i] Dt.30:19

[ii] 2Cr.7:20; Is.14:25; Jr.2:7 e 16:18; Ez.36:5 e 38:16; Jl. 1:6 e 3:2.

[iii] 2Ts.2:8

[iv] Os.4:6

[v] Pv.29:18

[vi] 2Pe.1:19-21.

[vii] Ap.19:10

[viii] Jr.23: 7-22

[ix] 1 Pe.4:17

[x] 2Tm.3:4; 2Pe.1:16

[xi] Rm.12:2

[xii] Tg.4:4

[xiii] At.20:29,30; 2Tm.3

[xiv] Ez.34

[xv] Ap.10

[xvi] Mt.16:18

[xvii] 2Tm.3:12

[xviii] Mt.25:29; Mc.4:25 e Lc.19:26

[xix] 2Ts.2:11,12

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s