O vírus da mente espiritual

Já faz tempo que não tenho escrito para o blog porque troquei de computador e tive que reorganizar tudo, o que tomou tempo. Além disso, ao instalar programas freeware, contaminei o HD com vírus. Mas isso também me deu motivo para escrever o que já vinha pensando há algum tempo: como as analogias podem nos mostrar o que acontece na realidade. O virus de computador é um bom exemplo disso. Entra no computador por um método fácil: nós mesmos permitimos que entre, pois não desconfiamos que um simples programa possa nos dar tanta dor de cabeça. O vírus fica no disco até percebermos que alguma coisa não vai bem. Então, começa a árdua tarefa de tentar retirá-lo a todo custo, para que tudo volte a funcionar perfeitamente. O vírus engana a proteção do sistema operacional e se instala sorrateiramente. Alguns vírus têm a capacidade de se reproduzir justamente quando usamos outro programa para destruí-los. É algo semelhante ao vírus da AIDS.

Hoje, a igreja está atuando da mesma forma, como o computador programado para espalhar um vírus pela rede. E pior, não sabe disso! O pensamento socialista entrou pela porta da frente sob a capa de um inocente ‘freeware’: a Teologia da Libertação, que não é outra coisa senão a Ideologia da Prisão. Ao pregar o evangelho, hoje, a igreja leva consigo as sementes do socialismo, que é totalmente contrário ao evangelho, e você verá por que logo abaixo.

A igreja abraçou uma causa, o que não foi ordenado por Jesus. O ‘cuidar dos pobres e dos oprimidos’ não tem relação alguma com a cortina de fumaça socialista: a justiça social igualitária. É mais do que oportuno lembrar que Deus, em lugar algum das Escrituras, faz qualquer menção a igualdade. A ordem do Senhor visa ao equilíbrio, o que é muito diferente. Posso equilibrar 1kg de penas com 1kg de chumbo, mas as substâncias e os volumes continuarão diferentes. Assim é a ordem cristã de cuidar dos necessitados, mas não de todos, pois há alguns que não querem ser cuidados e outros que querem se aproveitar dos cuidados oferecidos sem a contrapartida do trabalho honesto e frutífero. A estes, diz Paulo, ‘quem não quer trabalhar, também não coma’. Mas, como esse pensamento comunista entrou na igreja?

Quando os comunistas perceberam que era impossível prosperar com a ideologia assassina nos países cristãos, formaram outro plano, mais elaborado, capaz de destruir a força da fé de dentro para fora. O objetivo era desviar a força da certeza para a certeza em outra coisa: a igreja é um ente social. Com isso, Jesus Cristo deixa de ser o cabeça e entra o Estado no lugar. Cada cristão deveria aceitar a idéia de que estava ajudando os necessitados, ‘conforme a ordem de Cristo’, ao permitir que o Estado cuidasse de distribuir a renda dos mais ricos para os mais pobres, fazendo, assim, justiça social na promoção da igualdade social. Pura falácia! Mentira mesmo. Mas eles conseguiram fazer isso com tempo e paciência. Por que os cristãos engoliram essa idéia e não perceberam a mentira embutida? Porque é uma cortina de fumaça semelhante àquela usada pela serpente diante da mulher. Para entendermos o fim da história é preciso entendermos o começo também.

A serpente, primeiro, pergunta à mulher o que Deus lhe havia falado. A mulher responde com um acréscimo: “… nem tocar nele…”. Esse acréscimo tem um significado importante. A serpente era sagaz, portanto, percebeu o que estava acontecendo: a mulher mentia para si mesma. Parece algo sem tanta importância acrescentar a idéia de não tocar no fruto, mas Deus não havia dito assim. Com isso, a serpente percebeu que podia enganar a mulher: Ora, se ela mesma se engana, por que eu não posso fazer o mesmo? E usou da mesma artimanha usada pela mulher ao se enganar: à verdade acrescentou uma mentira sutil que foi capaz de derrubar toda segurança dos homens na verdade sólida. É algo semelhante a colocar uma casca de banana numa escada de cimento rústico: ainda que o cimento seja capaz de impedir um escorregão, a casca da banana, sozinha, pode derrubar uma pessoa que nela pisar. Mas essas cascas de bananas não foram postas de uma só vez, claro. Hoje, poucas pessoas se dão conta de que seus pensamentos já estão mergulhados na ‘causa do evangelho‘, algo que nunca foi dito nem escrito na Bíblia. O peixe não vê a água onde vive.

Eu disse que a ‘causa dos oprimidos’ é mera cortina de fumaça. Explico. Enquanto as pessoas compram a idéia de que é preciso cuidar dos pobres através do Estado, os socialistas fazem o que a ideologia determina: a destruição da cultura judaico-cristã. Se você não acredita nisso, porque acha que eles são bonzinhos, veja o que está no coração do socialismo marxista.

BREVES PINCELADAS SOBRE COMO PENSAM OS SOCIALISTAS

A VERDADE OBJETIVA: Para os socialistas, pelo menos para os mais graduados, verdade objetiva não existe. O que isso significa? Que a verdade, conhecida pelos cristãos como Verdade Absoluta, perceptível pelo homem, só existe na mente das pessoas e por uma razão: É uma invenção da burguesia, que é passada de geração a geração pela família, mas pode ser destruída para que, da destruição e do caos, venha um mundo melhor, mais nobre e justo. Se você acredita nisso, paciência: sua mente já desandou como maionese fora do ponto.

BURGUESIA: A parte da sociedade que segue a cultura judaico-cristã. Se você é judeu ou praticante do judaísmo, ou é cristão de qualquer denominação, católica inclusive, você já é um candidato à destruição. Se não conseguem destruir suas idéias, destruirão você.

JUSTIÇA SOCIAL: Uma invenção socialista para convencer as pessoas que, dando dinheiro aos montes para o Estado, o governante (sempre com a melhor das intenções possíveis, como vimos no Mensalão do PT), distribuirá esse dinheiro aos necessitados, de tal forma que a pobreza do mundo será reduzida a zero. Esquecem-se, entretanto, que muitas pessoas não querem trabalhar, nem sair da situação em que estão. Além disso, os socialistas são os indivíduos mais ricos do mundo. Você pensava que eram os capitalistas, não é? Pois enganou-se. Socialista é aquele indivíduo que prefere todos vivendo modestamente para que ele possa viver luxuosamente. Só para constar: você conhece alguma casa de caridade socialista? Se conhece, avise-me. Eles fazem falsa caridade com o dinheiro dos outros enquanto ficam com uma boa parte dele para sustentar a causa. Lembra-se de Judas falando a respeito do óleo derramado nos pés de Jesus? (Jo.12). Além disso, não existe a tal “justiça social”. Desde que há gente sobre a terra, nunca houve uma só sociedade justa. A idéia de justiça social contrasta com a idéia de igualdade: justiça é equilíbrio, não igualdade.

MOVIMENTOS SOCIAIS: Grupo de militantes socialistas que, às vezes, são pagos para fazer greves, tumultos, escrever em blogues tentando intimidar todos os que não concordam com o caos e com o genocídio que querem implantar. O socialista sabe que deve gerar conflito onde não há nenhum. Se ocorre confusão numa discussão normal, eles tiram proveito fazendo-se de coitadinhos e oprimidos; se ocorre nas questões políticas, eles obtém poder político, e passam a mandar sem dó nem piedade. Se não puderem corrompê-lo, você é o alvo que deve ser achincalhado para que não mais tenha coragem de se manifestar. Esses são os idiotas úteis, como dizia Lênin. São aqueles que servem à causa até que o comunismo seja definitivamente instalado. Em seguida, são sumariamente eliminados. Como ajudaram a instalar o comunismo, e ficarão assustados com o que ajudaram a fazer, devem ser eliminados para que não comecem um movimento contrário. São os dissidentes cubanos, nortecoreanos, vietnamitas, etc. Ao ler a palavra dissidente lembre-se disto.

FÓRUM DE DEBATES: Local onde só se reunem socialistas traçando planos para destruir a mentalidade burguesa que contém a idéia de família, de segurança, de ordem e de confiança nas instituições do pais, e retirar o dinheiro da classe média. Os muito ricos servem ao partido e os pobres servem de escravos que tornam os ricos cada vez mais ricos para alimentar o partido.

SOCIEDADE CIVIL ORGANIZADA: Movimentos políticos que visam criar caos na sociedade, como MST, Movimento Campesino, Sem Teto, etc., que recebem dinheiro do governo para fazer isso. Sim, o seu e o meu dinheiro, mesmo que não concordemos com isso. Muitos dos que ali estão servem apenas de instrutores, que ensinam o comunismo até para crianças. Todos devem estar cientes da ‘causa’.

MOVIMENTO GAYZISTA: Não confundir com homossexualidade. É o movimento que visa substituir a família por qualquer coisa, desde que destrua a construção ‘burguesa’ de família natural composta de homem, mulher e filhos. Lembre-se de que a família é o núcleo que ensina a verdade que só existe na mente burguesa (segundo os socialistas), portanto, deve ser destruída para que uma nova forma ‘evoluída’ de sociedade possa emergir do caos. Não se engane: do pecador jamais virá a perfeição. Enquanto Deus não fizer novos céus e nova terra, a realidade em que vivemos não mudará. Os gays foram cooptados pelos socialistas com o único e exclusivo objetivo de destruir os cristãos e suas pregações maldosas sobre a bênção da família, dos filhos, da vida conjugal. Assim que servirem à causa, serão fuzilados também. Veja se você encontra algum gay na Coréia do Norte. Agora, em Cuba, Fidel Castro tem permitido a presença dos gays com o objetivo de dizer ao mundo que lá eles são livres, além de atrair gays para o turismo na ilha prisão. Curiosamente, não há gays muito velhos porque todos já foram fuzilados nos últimos 50 anos. Até ontem não eram nem permitidos, agora são livres… São camaleões.

MOVIMENTO FEMINISTA: Semelhante ao movimento gayzista, mas voltado para a ‘liberação da mulher’, o que, em poucas palavras, nada mais é do que a aniquilação do homem enquanto cabeça da família enquanto a mulher deve prostituir-se para ser igual. Deve fazer abortos a cada gravidez indesejada pois só assim será liberta da idéia burguesa de maternidade.

Lembre-se de que socialistas são como camaleões: mudam de cor quando necessário. Não discuta idéias com eles, porque não têm nenhuma. O máximo que conseguem fazer com quem discorda deles é xingar, tentar desmerecer o outro para que sinta vergonha e se cale. Os xingamentos costumeiros são: homofóbico, fundamentalista, retrógrado, teórico da conspiração, nazista, fascista e agora troglodita. Ofendem também com o termo ‘assassino’, como se eles nunca tivessem disparado um só tiro contra pessoas inocentes. Curiosamente, nunca xingam ninguém de comunista, a ideologia que já matou mais de 250 milhões de pessoas no mundo, e continua matando. Se você for xingado assim, não fique nem nervoso. Lembre-se do que dizia Lênin: “Acuse-os do que você faz; xingue-os do que você é”. Portanto, todo xingamento contra um oponente equivale a uma confissão de culpa por parte dos socialistas.

Mais uma lição importante: Progressismo, Socialismo e Comunismo são nomes diferentes para a mesma coisa. A diferença está na continuidade do projeto: Progressismo é o início da desmoralização da cultura judaico-cristã; Socialismo é o momento da destruição dessa cultura e o Comunismo é a extinção total dessa cultura e a implantação total da escravidão. Já dizia o ex-primeiro ministro inglês, Winston Churchill:

O capitalismo é um sistema que não distribui bem a riqueza, enquanto o socialismo é o sistema que distribui perfeitamente a miséria.

Há mais jargões comunistas que precisam ser bem conhecidos de todos para que as pessoas possam compreender as diferenças de entendimento entre o sentido real da palavra e o que ela significa para o socialismo. Justiça, por exemplo, não significa ‘dar a cada um o que é seu’, mas ‘tirar da burguesia e dar aos oprimidos’, que podem ser quaisquer tipos de pessoas, inclusive criminosos e vagabundos.

Finalizando esta parte, você precisa saber conversar com o socialista para não perder seu tempo com quem não vai entender coisa alguma do que você disser. Para eles, toda e qualquer idéia vinda da burguesia é descartada imediatamente, nem entra pelos ouvidos, porque é uma verdade que não existe. Assim, se ocorrer de você precisar discutir algo com eles, espere que digam o que quiserem e faça uma só afirmação: “Não quero isso no meu pais!”. Pouco importa se eles querem dar mais dinheiro aos pobres: não aceite. Lembre-se que Karl Marx era satanista, portanto, ainda que eles digam uma verdade, sempre há uma segunda intenção maligna embutida. E nem tente explicar por quê você discorda deles. Será pura perda de tempo. Além do mais, vão repetir os xingamentos que citei acima, portanto, um ‘não quero’ é muito mais eficaz e evita problemas. Se mesmo assim você for xingado, saiba que eles repetem o que sabem de si mesmos. Não tem nada a ver com você.

No próximo post pretendo ensinar algumas coisas importantes para que você possa detectar se a mentalidade revolucionária já está presente em seu pensamento. Se estiver, darei algumas informações importantes para você se desvencilhar dela. Você sentirá que um peso lhe saiu dos ombros depois disso.

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s