Os tempos e as profecias

Há pouco tempo, num acidente de automóvel, perdemos um dos nossos mais queridos pregadores cristãos, o Pr. David Wilkerson. Um homem sério que trazia a mensagem de Deus ao povo com dedicação. Seu livro “A Visão”, escrito na década de 1970 contou-nos sobre o mundo vindouro, o qual está hoje diante dos nossos olhos com todas os benefícios e mazelas. Bem, mais mazelas do que benefícios.

A violência aumenta a olhos vistos e o socialismo está invadindo quase todo o ocidente cristão, destruindo aos poucos o pensamento conservador dos que nunca se deram ao trabalho de investigar o que lhes foi anunciado. Foram doutrinados a ouvir a pregação marxista junto à do evangelho, como se as duas fossem complementares ao invés de totalmente antagônicas.

Dia após dia vejo pessoas ditas cristãs afirmando que Jesus foi socialista (pode substituir por comunista ou progressista que são a mesma coisa) e que o evangelho assim o é. Perderam totalmente o senso de proporção e jogaram no lixo hierarquia da criação junto com seus pensamentos socializantes. Associaram a falsa ajuda do estado aos pobres com os efeitos da genuína conversão, que provocam mudanças lentas mas sólidas auxiliando os necessitados através de pessoas, não do estado. Não perceberam que substituem o único Mantenedor pelo estado-deus-sobre-todos, aquele que dá dinheiro e o recolhe novamente através de impostos sem nada devolver de concreto. Mais e mais a corrupção se instala e os criminosos, que deveriam estar presos, são libertados para manterem a população acuada a tal ponto que clame por uma intervenção ditatorial, o verdadeiro motivo de tamanha aberração promovida pelos governos socialistas.

As instituições ocidentais estão beirando o colapso e a descrença nelas já toma conta do pensamento da maioria. O sistema econômico mundial, tido como capitalista, está totalmente dominado pelo novo sistema da “Síntese”, qual seja o resultado da fusão Capitalismo x Comunismo, que resultou no modelo híbrido cujos piores elementos foram usados para dar forma ao novo sistema. O estado distribui dinheiro aos montes, como se as riquezas fossem criadas do nada por uma fabulosa varinha mágica, a qual não é capaz de resolver os problemas financeiros recém criados pelo mesmo método mirabolante de geração de riquezas que não existem. As tais ‘bolhas’ financeiras são resultado da mesma ideologia que já destruiu centenas de milhões de vidas para provar que é melhor que o modelo capitalista ‘antigo’.  Faltando pouco para o total desmonte do país, o povo de Deus tem buscado respostas em oração e o Senhor nos tem falado sobre estes dias.

Como dizia o Pr. Wilkerson, o Espírito me impele a dizer o que está em meu coração e assim o faço agora para aqueles que ainda têm o coração voltado para a realidade dos juízos futuros de Deus sobre os homens. Contudo, aviso que o recado não é tanto para os ímpios senão para os que se dizem cristãos mas não estão sendo vistos como tais pelo Senhor. Pedro disse que os juízos começam pela Casa de Deus, e assim é. Segue a palavra profética, cuja base bíblica está no livro de Jeremias, cap.23 – para depois do retorno de Israel à sua terra prometida:

Anota o que te vou dizer: Em pouco tempo o teu país cairá e não se levantará senão pelo meu povo. Os que hoje o destroem eu humilharei e os farei vergonha para todas as nações. Assim farei também com outros povos e por algum tempo.

 Então se levantarão os adversários do meu povo e por causa do meu nome perseguirão os meus, mas eu não permitirei que sejam pegos nem maltratados. Os que apostatarem acordarão para a verdadeira fé, mas serão apanhados e mortos. Com isso a besta pensará que destruiu meu povo da face da terra, mas ainda terei meu remanescente oculto dos olhos dela. Os povos se alegrarão e enviarão presentes uns aos outros, mas minhas testemunhas se levantarão e serão arrebatadas ao céu à vista de todos. Vereis isto na minha palavra e sabereis que está próximo, às portas. 

 Tenho tolerado por demais esse povo tolo que se veste de autoridade para criticar quem está comigo. Eu os farei em pedaços e cada um deles sofrerá sua própria vergonha. Não deixarei que fiquem impunes por seus atos de traição ao meu nome. Pensam que me honram mas me afastam com sua ira contra a verdade. Não os tenho por inocentes nem os trarei diante de mim para o bem, senão para juízo. Eu os farei vergonha e medo para que meu povo se lembre dos meus juízos e tema o meu nome. 

Não temas o que estás para ver e saibas que é pela mão do Senhor que estas coisas acontecerão. Cansei-me de repreende-los. Mostrei-lhes tudo quanto acontece sob seus olhos e ainda assim não me deram ouvidos. Perseguem quem os abençoa e maltratam quem os anuncia a justiça. Eu não me apiedarei desse povo pois não tem piedade senão como fonte de lucro. Amam-se somente a si mesmos e seus filhos sofrerão o que eles mesmos desejaram. 

Não temas que meus juízos já começaram, e não os pararei até que realizem a minha vontade. Escreve isto e faz saber a quem quiser ouvir, pois o que está predito virá.